(11) 98829-2302 contato@agenciax3.com.br

Guia Completo: Como Vender em Marketplaces

dez 4, 2023 | Importante, Loja Virtual, Marketing Digital, Vendas

Como Vender em Marketplaces

Neste artigo, vamos explorar como vender em marketplaces no Brasil, uma estratégia cada vez mais popular entre os empreendedores brasileiros. Se você tem um negócio ou está pensando em começar um, entender como vender em marketplaces pode ser o caminho para alcançar um público maior e aumentar suas vendas.

Mas, o que exatamente são esses marketplaces e como eles funcionam? São plataformas online onde vários vendedores podem oferecer seus produtos para um grande número de consumidores.

Aqui, abordaremos desde a escolha do marketplace mais adequado para seu produto, considerando os grandes nomes do mercado brasileiro, como Mercado livre, Magazine Luíza, Shopee e Amazon, até detalhes importantes como as tarifas cobradas por essas plataformas.

Também explicaremos como fazer o cadastro e a melhor maneira de apresentar seus produtos, destacando a importância de fotos de qualidade para atrair os clientes.

Além disso, discutiremos aspectos sobre a logística e entrega, que variam de um marketplace para outro, e a importância de seguir as regras e políticas de cada plataforma para garantir uma operação bem-sucedida.

Este guia é feito pensando em você, empreendedor, que busca expandir seus horizontes de venda e quer aproveitar as oportunidades que os marketplaces oferecem.

Vamos simplificar o processo, mostrando de forma clara e objetiva como você pode começar a vender nos marketplaces e impulsionar seu negócio. Se você quer saber como vender em marketplaces de forma eficiente, este artigo é para você!

 

Como Vender Em MarketPlaces: Faça Sua Escolha 

Para começar, escolher o marketplace certo é fundamental. No Brasil, grandes plataformas como Mercado Livre, Shopee, Amazon e Magazine Luiza são muito populares.

Cada um desses marketplaces tem seu próprio público-alvo e categorias de produtos mais vendidos. Por exemplo, o Mercado Livre é conhecido por sua vasta gama de produtos, enquanto a Magazine Luiza é forte em eletrodomésticos e eletrônicos.

 

Consultar Tarifas e Serviços

Entender as tarifas e custos associados à venda em marketplaces é crucial para qualquer vendedor que deseja ter sucesso nesse meio.

Essas tarifas podem variar bastante de uma plataforma para outra, e afetam diretamente o preço final do seu produto, assim como sua margem de lucro. Vamos explorar isso com mais detalhes, utilizando o Mercado Livre como exemplo.

No Mercado Livre, uma das maiores plataformas de e-commerce do Brasil, as tarifas são cobradas de acordo com a categoria do produto e o tipo de anúncio. Por exemplo, se você vender um eletrônico, a tarifa pode ser diferente de quando vender uma peça de roupa.

Essas tarifas geralmente são um percentual sobre o valor da venda. Além disso, existem tipos diferentes de anúncios, como os anúncios clássicos e os premium, cada um com uma porcentagem de tarifa diferente.

Por que isso é importante? Quando você calcula o preço de venda do seu produto, precisa considerar essas tarifas. Se o custo do seu produto é R$50 e você decide vendê-lo por R$100, mas a tarifa do marketplace é de 10%, você não vai realmente receber R$100 em cada venda.

Em vez disso, receberá R$90, pois R$10 serão para o marketplace. Esse cálculo é fundamental para garantir que você não só cubra seus custos, mas também obtenha lucro.

 

Fazer o Cadastro No MarketPlace

Quando se trata de vender em marketplaces, uma das primeiras decisões a serem tomadas é se o cadastro será feito como pessoa física ou jurídica. A escolha entre essas duas opções depende do tamanho do seu negócio e dos seus objetivos de venda.

Muitos marketplaces no Brasil, como o Mercado Livre, permitem que tanto pessoas físicas quanto jurídicas vendam em suas plataformas.

Isso é ideal para quem está começando e ainda não possui um CNPJ, permitindo que vendedores individuais testem o mercado e vendam seus produtos sem a necessidade de formalizar um negócio.

No entanto, possuir um CNPJ traz benefícios significativos. Para negócios maiores ou para aqueles que planejam crescer, ter um CNPJ é crucial.

Isso porque o cadastro como pessoa jurídica em marketplaces como a Americanas.com, Magazine Luiza e outros, muitas vezes oferece vantagens como taxas mais baixas, suporte especializado e a possibilidade de participar de promoções exclusivas para empresas.

Além disso, o CNPJ oferece maior credibilidade ao negócio, o que pode atrair mais clientes.

Vendedores individuais podem começar como pessoa física, mas para um crescimento sustentável e acesso a mais recursos, fazer a transição para pessoa jurídica com um CNPJ é uma decisão estratégica importante no mundo dos marketplaces.

 

Cadastro de Produtos

O cadastro de produtos em marketplaces é uma etapa crucial para o sucesso das vendas. É importante que cada produto tenha informações detalhadas e precisas, além de fotos de qualidade. Vamos mostrar alguns pontos importantes:

Fotos de Qualidade: As fotos são o primeiro contato do cliente com o seu produto. Por isso, devem ser nítidas, bem iluminadas e mostrar o produto de diferentes ângulos. Uma boa foto pode ser a diferença entre o cliente clicar no seu produto ou no do concorrente.

Descrição Completa: As descrições devem ser claras e fornecer todas as informações necessárias sobre o produto, como suas características, benefícios e possíveis utilizações. Isso ajuda o cliente a entender exatamente o que está comprando.

Tamanhos e Medidas: Para produtos que têm tamanho, como roupas e calçados, é essencial informar as medidas de forma precisa. Isso evita devoluções e insatisfação dos clientes.

SKU (Stock Keeping Unit): Este é um código único para cada produto, ajudando na organização do estoque. É uma forma eficiente de gerenciar seus produtos, principalmente se vender em múltiplos marketplaces.

Peso e Dimensões: Informações sobre o peso e as dimensões do produto são importantes para calcular o frete e garantir que a embalagem seja adequada, evitando danos durante o transporte.

Marca e Fabricante: Informar a marca e o fabricante do produto pode ser um fator decisivo para o cliente, principalmente em categorias como eletrônicos e cosméticos, onde a marca é um diferencial importante.

Fale conosco

Ao fornecer todas essas informações de forma clara e completa, você não só aumenta as chances de venda, como também constrói uma relação de confiança com seus clientes. Um cadastro bem feito é essencial para destacar seus produtos e evitar problemas futuros com devoluções ou insatisfações dos clientes.

 

Entendendo a Logística e Entrega

A logística e entrega são partes fundamentais quando se vende em marketplaces. Elas envolvem como o produto sai do seu estoque e chega até o cliente. No Brasil, a maioria dos marketplaces oferece duas opções principais para isso: a coleta do produto e o envio pelos Correios.

Coleta do Produto: Alguns marketplaces têm parcerias com empresas de logística que vão até o local do vendedor para coletar os produtos vendidos. Isso é muito prático, pois você não precisa se deslocar para enviar os produtos.

Esse serviço de coleta geralmente é agendado através da plataforma do marketplace e pode ter um custo adicional ou estar incluído nas tarifas do serviço.

Envio pelos Correios: Outra opção comum é o envio dos produtos pelos Correios. Nesse caso, após a venda, você embala o produto e leva até uma agência dos Correios para o envio. Muitos marketplaces oferecem descontos nas tarifas postais, o que pode ser um benefício para reduzir custos.

Ambas as opções requerem que você tenha uma boa organização para garantir que os produtos sejam enviados corretamente e no prazo. Também é importante calcular bem os custos de envio para definir o preço final do produto e decidir se oferecerá frete grátis ou não.

Lembre-se, a eficiência na logística e entrega é importante para a satisfação do cliente e para a reputação do seu negócio nos marketplaces.

 

Regras e Políticas dos Marketplaces

Entender e seguir as regras e políticas dos marketplaces é essencial para qualquer vendedor. Isso porque, ao descumprir estas regras, você corre o risco de ser banido da plataforma, o que significa perder uma valiosa fonte de renda e visibilidade para seus produtos.

Cada marketplace tem seu próprio conjunto de regras e políticas que os vendedores devem seguir. Essas regras podem abranger uma variedade de aspectos, desde como os produtos são listados até como interagir com os clientes.

Por exemplo, no Mercado Livre, uma regra importante é a proibição da venda de produtos falsificados ou piratas. Se você vender um produto que viola direitos autorais ou marcas registradas, não só estará infringindo as leis, mas também estará violando as políticas do Mercado Livre.

Isso pode resultar na remoção dos seus anúncios, suspensão da conta ou até mesmo no banimento permanente da plataforma.

Além disso, as políticas de cada marketplace costumam incluir diretrizes sobre práticas de atendimento ao cliente, processos de devolução e reembolso, e a qualidade e veracidade das informações dos produtos anunciados.

É fundamental dedicar tempo para ler e compreender todas as regras e políticas do marketplace em que você decide vender.

Isso não só ajuda a evitar problemas, como também assegura que você ofereça a melhor experiência possível para os clientes, construindo assim uma reputação positiva que pode levar a mais vendas no futuro.

Em resumo, compreender como vender em marketplaces envolve conhecer a fundo cada aspecto do processo, desde a escolha da plataforma até o cumprimento de suas políticas e regras. Esta compreensão detalhada é a chave para o sucesso no mundo do e-commerce.

 

Como Vender no Mercado Livre

Vender no Mercado Livre pode ser uma ótima oportunidade para quem está começando no mundo do e-commerce. Vamos explicar de forma simples e direta como você pode começar a vender nesta plataforma e uma dica para aumentar suas vendas.

Crie Sua Conta: Primeiro, acesse o site do Mercado Livre e crie uma conta. Você pode se cadastrar como pessoa física ou jurídica. O processo é simples e rápido.

Configure Sua Conta: Após criar sua conta, complete seu perfil com informações importantes, como dados pessoais, informações de pagamento e detalhes para envio.

Cadastre Seus Produtos: Agora é hora de cadastrar os produtos que deseja vender. Para isso, clique em “Vender” no site e siga as instruções. Adicione títulos claros, descrições detalhadas, fotos de qualidade e todas as informações necessárias, como tamanho, cor, e outras características do produto. Lembre-se de definir um preço competitivo.

Escolha a Forma de Envio: No Mercado Livre, você pode optar por usar o Mercado Envios, que oferece preços de frete competitivos e a comodidade de imprimir etiquetas de envio diretamente da plataforma. Isso facilita o processo de postagem dos produtos.

Configure as Formas de Pagamento: O Mercado Livre oferece o Mercado Pago, um sistema de pagamento seguro que protege tanto o vendedor quanto o comprador. Certifique-se de configurar essa opção para facilitar as transações.

Dica para Vender Mais no Mercado Livre

Uma dica fundamental para ter sucesso no Mercado Livre é realizar uma pesquisa de mercado e analisar os seus concorrentes. Essa estratégia pode ajudar a entender melhor o mercado, definir preços competitivos e destacar seus produtos. Vamos ver como fazer isso:

Pesquisa de Mercado e Análise de Concorrentes

Entenda o Mercado: Antes de tudo, é importante entender o mercado em que você está entrando. Veja quais produtos são mais vendidos, quais são as tendências atuais e o que os clientes estão buscando. No Mercado Livre, você pode fazer isso explorando as categorias e vendo os produtos mais populares.

Analise os Concorrentes: Dê uma olhada nos seus concorrentes diretos. Observe os produtos que eles oferecem, os preços praticados, as descrições e fotos usadas, e as avaliações dos clientes. Isso pode te dar uma ideia do que está funcionando bem no mercado e o que pode ser melhorado.

Defina Preços Competitivos: Com base em sua análise, defina preços competitivos para seus produtos. Lembre-se, o preço não é apenas o valor em reais, mas também o valor percebido pelo cliente. Seus produtos devem ter um preço justo, tanto para você quanto para o cliente.

Ofereça Algo a Mais: Tente oferecer algo que seus concorrentes não oferecem. Pode ser um serviço de atendimento ao cliente superior, um brinde ou uma política de devolução mais flexível. Pequenos diferenciais podem fazer uma grande diferença.

Acompanhe as Mudanças: O mercado está sempre mudando, por isso é importante manter sua pesquisa de mercado e análise de concorrentes atualizadas. Acompanhe regularmente as tendências e ajuste sua estratégia conforme necessário.

Ao implementar uma pesquisa de mercado e análise de concorrentes, você pode obter insights valiosos que ajudarão a posicionar seus produtos de forma eficaz no Mercado Livre, aumentando suas chances de sucesso na plataforma. Clique aqui para analisar as taxas do Mercado Livre.

 

Como Vender na Amazon

 

Vender na Amazon no Brasil é uma excelente oportunidade para expandir seus negócios, pois esta plataforma oferece grande visibilidade para os produtos. Aqui está um guia simples para começar a vender na Amazon e uma dica para aumentar suas vendas.

Crie Sua Conta de Vendedor: Acesse o site da Amazon Brasil e crie uma conta de vendedor. Você pode escolher entre a conta individual, para quem planeja vender em pequena escala, e a conta profissional, para vendas em maior volume.

Envie as Informações Necessárias: Durante o processo de inscrição, você precisará fornecer algumas informações como dados pessoais ou da empresa, informações bancárias e dados fiscais.

Liste Seus Produtos: Após configurar sua conta, você pode começar a listar seus produtos. Forneça títulos claros, descrições detalhadas, fotos de alta qualidade e todas as informações relevantes sobre os produtos, como marca, modelo, especificações técnicas e dimensões.

Escolha a Logística: Na Amazon Brasil, você pode optar pela logística própria, onde você gerencia o envio dos produtos, ou pelo programa Fulfilled by Amazon (FBA), onde a Amazon cuida do armazenamento, embalagem e envio dos produtos. O FBA pode aumentar a visibilidade e a confiabilidade dos seus produtos.

Configure as Opções de Pagamento: Configure sua conta para receber pagamentos. A Amazon libera o pagamento das vendas periodicamente, após deduzir as taxas devidas.

Fale conosco

Dica para Vender Mais na Amazon 

Foque nas Avaliações dos Clientes: Na Amazon, as avaliações dos clientes têm um impacto significativo nas vendas. Produtos com avaliações positivas tendem a aparecer mais nos resultados de busca e são mais confiáveis aos olhos dos consumidores.

Encoraje seus clientes a deixarem avaliações após a compra, sempre focando em oferecer um produto de qualidade e um bom atendimento. Responda também às avaliações e perguntas de forma rápida.

Lembre-se, a consistência e a paciência são fundamentais. Pode levar algum tempo até construir uma base sólida de avaliações e ajustar todos os detalhes da sua operação na Amazon. No entanto, com dedicação e foco no cliente, suas chances de sucesso na plataforma aumentam significativamente.

Em resumo, para vender na Amazon no Brasil, é preciso criar e configurar sua conta de vendedor, listar seus produtos com informações claras e precisas, escolher a melhor opção de logística para seu negócio e focar na satisfação e nas avaliações dos clientes.

Com essas práticas, você estará no caminho certo para alcançar o sucesso na plataforma. Clique aqui para analisar as taxas da Amazon.

 

Como Vender na Magalu

Vender na Magazine Luiza, conhecida popularmente como Magalu, é uma grande oportunidade para expandir seu negócio, dado o alcance e a popularidade dessa plataforma no Brasil. Aqui está um guia simplificado sobre como começar a vender na Magalu e uma dica para impulsionar suas vendas.

Como Começar a Vender na Magalu

Cadastro na Plataforma: Primeiro, acesse o site do marketplace da Magalu e faça seu cadastro. Será necessário fornecer informações sobre você ou sua empresa, como dados de contato, informações fiscais e bancárias.

Aprovação do Cadastro: Após o envio das informações, seu cadastro será analisado pela equipe da Magalu. Esse processo pode levar alguns dias. Uma vez aprovado, você terá acesso ao painel do vendedor.

Listagem de Produtos: No painel do vendedor, você pode começar a adicionar seus produtos. É importante incluir descrições detalhadas, fotos de alta qualidade, preços e informações sobre estoque. As informações precisam ser claras e precisas para atrair os clientes.

Configurações de Envio e Pagamento: Defina suas políticas de envio e escolha as opções de pagamento disponíveis na plataforma. A Magalu oferece flexibilidade em termos de logística, permitindo que você escolha entre o envio direto ao cliente ou utilizando a logística da Magalu.

Dica para Vender Mais na Magalu

Uma dica valiosa para aumentar suas vendas na Magalu é otimizar suas listagens de produtos para a busca. Aqui estão algumas orientações sobre como fazer isso:

Use Palavras-Chave Relevantes: Na descrição e no título do seu produto, inclua palavras-chave que os clientes provavelmente usarão ao buscar produtos similares. Pesquise quais termos são mais buscados em sua categoria e use-os de forma inteligente e natural em suas listagens.

Títulos Claros e Atrativos: O título do seu produto é o primeiro contato do cliente com sua oferta. Certifique-se de que ele é claro, informativo e atrativo. Inclua informações essenciais como marca, modelo e características principais.

Descrições Detalhadas: Ofereça descrições completas e úteis dos seus produtos. Detalhe as especificações, benefícios, funcionalidades e qualquer outra informação que possa ajudar o cliente a entender o valor do seu produto.

Ao otimizar suas listagens para a busca na Magalu, você aumenta as chances de seus produtos serem encontrados e comprados pelos clientes. Lembre-se de que a consistência e a atenção aos detalhes são fundamentais para o sucesso nessa plataforma.

Clique aqui para analisar todas as taxas da Magalu.

 

Como Vender na Shopee


Vender na Shopee, um dos marketplaces que vem crescendo rapidamente no Brasil, pode ser uma ótima oportunidade para expandir seu negócio online. Aqui está um guia simples para começar a vender na Shopee e uma dica para aumentar suas vendas, incluindo o uso do Shopee Ads.

Como Começar a Vender na Shopee

Crie uma Conta de Vendedor: Acesse o site da Shopee e crie uma conta de vendedor. Você precisará fornecer informações básicas, como nome, e-mail e dados bancários.

Liste Seus Produtos: Após criar a conta, você pode começar a adicionar seus produtos na plataforma. É importante caprichar nas fotos, descrições e detalhes dos produtos. Certifique-se de que todas as informações importantes, como preço, especificações e políticas de retorno, estejam claras e precisas.

Defina Sua Política de Envio: A Shopee oferece diferentes opções de envio, incluindo parcerias com transportadoras. Escolha a opção que mais se encaixa com o seu modelo de negócio.

Dicas para Vender Mais na Shopee

Use o Shopee Ads: Uma forma eficaz de aumentar suas vendas na Shopee é através do Shopee Ads. Esta ferramenta permite que você promova seus produtos na plataforma, aumentando a visibilidade dos seus anúncios. Aqui estão algumas dicas de como usar o Shopee Ads de forma eficiente:

Escolha os Produtos Certos para Anunciar: Foque em produtos que já têm um bom desempenho de vendas ou que são competitivos no mercado.

Defina um Orçamento: Comece com um orçamento pequeno para entender como o Shopee Ads funciona e ajuste conforme você vê os resultados.

Use Palavras-Chave Relevantes: Assim como na otimização para busca, usar palavras-chave relevantes no Shopee Ads ajudará a atrair o público certo para seus produtos.

Monitore Seus Resultados: Acompanhe o desempenho dos seus anúncios e ajuste sua estratégia conforme necessário.

Além disso, é importante manter um bom atendimento ao cliente e solicitar avaliações positivas após as vendas, pois isso aumenta a credibilidade e a confiança na sua loja.

Para começar a vender na Shopee, você precisa criar uma conta de vendedor, listar seus produtos de forma clara e detalhada, definir sua política de envio e considerar o uso do Shopee Ads para aumentar a visibilidade dos seus produtos. Clique aqui para analisar todas as taxas da Shopee.

Com dedicação e atenção aos detalhes, você pode aumentar suas vendas e crescer na plataforma da Shopee.

Pronto para expandir suas vendas nos marketplaces mais populares? Se você está buscando sucesso no Mercado Livre, Amazon, Magazine Luiza, Shopee, ou quer criar sua própria loja virtual, a Agência X3 está aqui para ajudar!

Com nossa expertise em marketplaces e desenvolvimento de lojas virtuais, oferecemos suporte completo para que você alcance seus objetivos de venda online. Aproveite para conhecer 12 Maneiras de Aumentar as Vendas na Black Friday.

Não fique para trás no competitivo mundo do e-commerce. Entre em contato com a Agência X3, clicando aqui, e dê o próximo grande passo no sucesso do seu negócio.

 

 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − sete =

Nosso time está pronto para te ajudar.

Preencha o formulário abaixo e nosso time entrará em contato o mais breve possível!